Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /htdocs/public/geral/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Calendário

<<  Maio 2018  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Mapa

Coordenadas GPS:

40º36'21''N
7º45'57''W

Ver mapa aqui.

Entrada



Visitas

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje1397
mod_vvisit_counterOntem1802
mod_vvisit_counterEsta semana60126
mod_vvisit_counterEste mês78448
mod_vvisit_counterTotal4147818
Visitors Counter 1.5
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

Falar sobre o Natal sem sermão

IMG 0204 800x600

 

No dia 20, pelas 21h, o Rev. Pe. Manuel Rocha, pároco de Mangualde, foi convidado pela autarquia para falar sobre “O Natal”.

IMG 0195 800x600     O Rev. Pe. Rocha começou por cumprimentar todos os presentes e referiu que em vez de “dar sermão” escolhia ler o conto: “Noite de Natal” de Sophia de Mello Breyner.

 

O público, um pouco admirado, ouviu-o com atenção, nomeadamente quando salientou que para se falar do Natal não é necessário falar sempre da Sagrada Escritura.

 

E começou: “Era uma vez uma casa pintada de amarelo com um jardim à volta …”

 

 

Era assim, à luz dos anjos, o Natal de Manuel.

 

— Ah — disse Joana — aqui é como no presépio!

 

— Sim — disse o rei Baltazar — aqui é como no presépio.

 

Então Joana ajoelhou-se e poisou no chão os seus presentes.”

 

Um conto que “prendeu” o público até ao fim. Um conto que nos deu algumas lições sobre o mundo em que vivemos.

 

No final o Rev. Pe. Rocha chamou atenção para o que se passou neste bonito conto: “ nem todos falamos a mesma linguagem, temos de saber interpretá-la, a importância de sabermos ler os sinais que vêm dos outros, a capacidade de acolhimento, a festa, a ostentação, nada consegue encher o coração do ser humano…

 

É preciso amor que nos leva ao encontro dos outros, mesmo que para isso seja necessário correr riscos. Neste caminho da vida, mesmo nas dificuldades encontramos viajantes, não estamos sozinhos.

 

Só de coração aberto seremos capazes de acolher na nossa vida este Jesus, esta Maria e José.

 

Que todos possamos fazer um bocadinho de São José, de acolhermos Maria e o Menino no nosso coração, na nossa família.”

 

No final, o Rev. Pe. Rocha aconselhou a leitura deste conto e o público aplaudiu o “sermão”.

IMG 0218 800x600

 

 De seguida os Grupos Corais da Paróquia e Centro Social brindaram os presentes com cânticos natalícios, na qual alguns deles reforçando as palavras do nosso pároco.