S. Julião
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde

Calendário

<<  Outubro 2017  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
        1
  2  3  4  5  6  7  8
  9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Mapa

Coordenadas GPS:

40º36'21''N
7º45'57''W

Ver mapa aqui.

Entrada



Visitas

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje1440
mod_vvisit_counterOntem2908
mod_vvisit_counterEsta semana1440
mod_vvisit_counterEste mês43170
mod_vvisit_counterTotal3721345
Visitors Counter 1.5
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Tomada de posse dos Párocos

da Unidade Pastoral

de Mangualde, Cunha Alta, Cunha Baixa, Freixiosa, Mesquitela e Quintela de Azurara

IMG 9345 800x600

“Estamos num tempo de renovação de toda a Igreja, nomeadamente, da nossa diocese de Viseu.”

novaIMG 9384 800x600 

No dia 17 de setembro, teve lugar na Igreja Paroquial de Mangualde, na missa das 11h00, a tomada de posse dos padres Manuel António da Rocha Fontes Santos e Paulo Jorge Figueiredo Domingues. Estava prevista também a presença do Pe. António Edson Bantim Oliveira, vindo do Brasil, mas devido a questões burocráticas não foi possível.

IMG 9417 800x600

      Estes sacerdotes assumiram in solidium (solidariamente) a Unidade Pastoral a ser constituída pelas paróquias de Mangualde, Cunha Alta, Cunha Baixa, Freixiosa, Mesquitela e Quintela de Azurara.

IMG 9352 800x600

IMG 9379 800x600

IMG 9370 800x600

A Igreja Paroquial encheu-se para receber os seus pastores que, assim, iniciam uma nova caminhada pastoral nas seis paróquias.

Marcaram presença, neste dia, familiares, amigos e muitos paroquianos que lhes deram as boas vindas.

A tomada de posse foi presidida pelo Sr. Bispo de Viseu, D. Ilídio Pinto Leandro. Concelebrou o Pe. Nuno Azevedo, Arcipreste da Beira Alta e exerceu o ministério diaconal o Diácono Permanente Manuel Vaz. Vários acólitos, entre os quais o seminarista Francisco Ferreira, também tomaram parte na celebração.

IMG 9339 800x600

D. Ilídio saudou todos os presentes, os órgãos da paróquia de Mangualde e das paróquias que fazem parte desta Unidade Pastoral e de uma maneira particular os três padres que neste dia tomavam posse, embora um deles ainda não estivesse presente.

O Senhor Bispo começou por saudar os sacerdotes presentes que iam tomar posse como também o Pe. Nuno Azevedo, Arcipreste e natural desta Paróquia.

O Pe. António Edson, que vem da Diocese do Crato, Brasil para trabalhar na nossa Diocese, tomará posse logo que seja possível.

Estas seis paróquias são convidadas a viver e a trabalhar como uma Unidade Pastoral sendo o Pe. Manuel António da Rocha o Moderador.

“Estamos num tempo de renovação de toda a Igreja, nomeadamente da nossa diocese de Viseu”, referiu o Sr. Bispo, que continuou, dizendo: “aplicando o Sínodo Diocesano, ouvindo e seguindo o Papa Francisco e apostando em novas formas de comunhão, participação e corresponsabilidade, seremos a Igreja que Jesus Cristo quer, assistida pelo Espírito Santo e marcada pelos valores que os Actos dos Apóstolos inspiram e que o Vaticano II desejou e deseja”.

“O Sínodo diocesano desafiou-nos a apostar nesta vertente pastoral muito concreta, que são as Unidades Pastorais, com comunidades mais próximas e em interação, envolvendo-nos na corresponsabilidade de todos os batizados para a reconstrução justa, bela e feliz do mundo como espaço e templo de salvação”.

“Acredito – referiu ainda o Sr. Bispo - que esta experiência poderá dar mais vida em termos de renovação e participação a estas seis paróquias, acentuando, inovando e reforçando a ação pastoral que até agora e nestes últimos tempos foi implementada pelos Padres Jorge Seixas, João Leão, Miguel Abreu, António Cunha e Carlos Monge. A eles, os meus agradecimentos pelo bem que fizeram.”

No momento em que os Sacerdotes assinavam o termo de posse, o Sr. Bispo desafiou a assembleia a manifestar-lhes o seu acolhimento através de uma calorosa salva de palmas, o que aconteceu de forma muito efusiva.

IMG 9397 800x600

O Sr. António Santos, Ministro da Comunhão e Membro do Conselho Pastoral, em nome de todos os paroquianos das seis paróquias, também dirigiu algumas palavras ao Sr. Bispo e aos novos Párocos.

IMG 9399 800x600

De forma simbólica, foram também entregues as chaves das Igrejas, por representantes de cada uma das seis paróquias.

novaIMG 9422 800x600

 No final o Rev. Pe. Manuel Rocha dirigiu-se à comunidade, começando por cumprimentar as entidades oficiais presentes, o Conselho Económico de todas as paróquias representadas, o Povo de Deus, os seus familiares e amigos presentes.

Agradeceu ao Sr. Bispo o facto de lhes confiar esta missão, uma missão grande, mas que estava certo de que com a ajuda de Deus a levariam a bom porto. Proferiu também uma palavra de reconhecimento e gratidão a todos os colegas sacerdotes que estiveram a trabalhar nestas paróquias.

Deu, ainda, uma palavra de incentivo e de motivação a todas as paróquias dizendo: “Vamos iniciar esta caminhada. Ela não está feita, está só a começar, vamos ter oportunidade de nos conhecermos, de trabalharmos em conjunto, de irmos percebendo o que é uma Unidade Pastoral que, neste momento, poderá causar alguma perplexidade. Tudo será feito com muita serenidade e com muita paz. Creio que é fundamental que entre todos haja um diálogo muito intenso e muito profícuo; só dialogando, seremos capazes de nos conhecermos e irmos procurando deixar de lado as nossas certezas, os nossos saberes absolutos e fazer como Jesus dizia hoje no evangelho: “sermos mais fraternos ”.

“O desafio que o Sr. Bispo lança a estas seis paróquias é um desafio que está a ser lançado a toda a diocese a partir do Sínodo Diocesano. Num primeiro momento irei estar mais entregue à Paróquia de Mangualde, o Pe. Paulo Domingues às Paróquias de Cunha Baixa e Mesquitela e o Pe. António Edson às Paróquias de Quintela, Cunha Alta e Freixiosa. Iremos entre todos colaborar pastoralmente, realizando algumas acções de formação sobre o que são as Unidades Pastorais ou outras que vierem a ser agendadas. Só depois, e com todos, poderemos avançar. Fundamentalmente precisamos abrir-nos ao Espírito Santo para perceber qual a vontade de Deus”.

“Ao nível da Diocese estes próximos dois anos pastorais serão dedicados à família, com o lema: “Família, berço de Deus para a humanidade”. Estou convencido se tivermos boas famílias, estas Comunidades Paroquiais poderão ser «família de famílias», como lembra o Papa Francisco na Exortação «A Alegria do Amor» . Se não tivermos boas famílias, será difícil construirmos o que quer que seja. O casal que não aposte na relação, não está a trabalhar para o seu matrimónio.”

“Faço-vos um pedido neste início da nossa caminhada conjunta e é a de que aceitem as minhas limitações, as minhas fragilidades, que me ajudem a crescer convosco. Para vós sou o vosso pároco, mas convosco sou cristão e quero caminhar convosco. Vamos todos juntos procurar qual é a vontade de Deus, vamos trabalhar em conjunto para que de uma forma clara e bonita possa acontecer Evangelho, um evangelho vivo, atuante e sempre desafiante. Que Senhor nos ajude a construir este caminho e a construirmos esta Unidade Pastoral, se for essa a Sua vontade.”

A assembleia anuiu a estas palavras com uma grande salva de palmas.

IMG 9425 800x600

Seguidamente usou da palavra o Pe. Paulo Domingues.

Começou por agradecer a presença de todos e depois disse: “Quero viver convosco, partilhar a minha vida, quero viver o lema que escolhi para a minha ordenação: “Assim como eu fiz, fazei vós também”. Se nós vivermos, fizermos as nossas ações no dia a dia, como Deus fez, faremos a sua vontade e a sua vontade estará sempre, em primeiro lugar.”

“Ama e faz o que quiseres, - continuou -. Se conseguirmos amar de todo o coração, certamente faremos o que Ele deseja para todos nós, aqui e agora, neste tempo desafiante, nesta nova missão.”

E uma grande salva de palmas ecoou novamente em toda a Igreja, felicitando estes novos Párocos que vão trabalhar com estas comunidades.

Os grupos corais da paróquia de Mangualde dinamizaram de forma muito bela a celebração.

Coube ao Sr. Diácono Permanente, Manuel António Vaz ler a ata que marca a tomada de posse de mais uma etapa na vida destas paróquias.

No final, os fiéis felicitaram os seus novos pastores.

Aos novos párocos e seus familiares, o Conselho Económico ofereceu um almoço que foi servido no Centro Social.

A todos damos as boas vindas.

 

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Catequese - Avisos

dois1T 2017 18

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Reunião Cateq. 800x600

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

17 de setembro - Igreja Paroquial de Mangualde

Tomada de posse dos novos Párocos

No dia 17 de setembro na missa das 11h00 terá lugar a tomada de posse dos novos párocos: Pe. Manuel António da Rocha Fontes Santos, Pe. António Edson Bantim Oliveira e Pe. Paulo Jorge Figueiredo Domingues, nomeados pelo Bispo diocesano, D. Ilídio Leandro.

Irão assumir in solidum a Unidade Pastoral constituída pelas paróquias de Mangualde, Cunha Alta, Cunha Baixa, Freixiosa, Mesquitela e Quintela de Azurara. O Pe. Manuel António da Rocha Fontes Santos será o moderador. 

370A0003-original 800x600

Pe. Manuel António

da Rocha Fontes Santos

 

Data de Nascimento: 07-07-1961

Natural de S. José de Lhanguene, Lourenço Marques, Moçambique

Filho de Avelino Soares de Fontes Santos e de Ernestina Oliveira de Castro Rocha Santos

Ordenado Sacerdote na Sé do Porto a 08-07-1990

Licenciado em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa

Curso de Habilitação Pedagógica Complementar em Ciências da Educação pela Universidade Católica Portuguesa

Reitor da Igreja de Nossa Senhora do Carmo em Tondela (1990 – 1993)

Director do Colégio Internato dos Carvalhos entre 1993 e 2008

Pároco de Tondela entre 2008 e 2014

Formador dos membros dos Grupos Sinodais do Arciprestado de Tondela

Membro do Sínodo Diocesano de Viseu

Pároco de Campo de Madalena entre 2015 e 2017

 

FullSizeRender 800x600Pe. Paulo Jorge

Figueiredo Domingues

 

Data de nascimento: 20/06/1987

Natural de Destriz, Conselho de Oliveira de Frades.

Data de Ordenação: 25/06/2017

Filho de Luís Domingues e de Luciana Augusta Figueiredo Domingues

Percurso Académico: Em setembro de 2011 entrou para o Seminário Maior de Viseu

Frequentou o 1º e 2º ano em Viseu no Instituto Superior de Teologia

Do 3º ao 5º na Faculdade de Teologia de Braga. Está a terminar o Mestrado Integrado em Teologia

O 1º e 2º ano fez o estágio pastoral na catequese da Paróquia de Santa Maria, na Sé, com o Sr. Pe. Manuel Matos

3º e 4º ano estágio pastoral com o Sr. Pe. António Jorge, na Pastoral Vocacional da Diocese

5º ano estágio pastoral na Paróquia de Rio de Loba com o Sr. Pe José Henrique.

6º ano, chamado ano pastoral, estágio na Paróquia da Nossa Senhora do Viso com o Sr. Pe. Armando Domingues

Durante este último estágio foi Ordenado Diácono a 22 de janeiro de 2017 na paróquia de Destriz e ordenado Sacerdote no dia 25 de junho de 2017, na Catedral de Viseu.

 

 Nota : Não nos foi possível contactar o Pe. António Edson Bantim Oliveira

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

“ Acolhei bem os novos párocos,

é a melhor prenda

que me podeis dar ...”

IMG 9317 800x600

 Depois de 10 anos ao serviço da Paróquia de Mangualde o Rev. Cónego Jorge Seixas despediu-se no dia 15 de agosto na missa das 11H00 dos seus paroquianos.

IMG 9331 800x600

 Fez uma pequena resenha da vida de um menino que nasceu em Moçambique em 1967, sentiu na pele a guerra, esperando a morte com os seus pais …

Depois veio para Portugal, para uma aldeia onde frequentou a escola. A catequese foi dada pela sua mãe.

Desde tenra idade ia à missa acompanhado de seus pais e de seu irmão. Gostava de acompanhar os cânticos litúrgicos e apesar das suas traquinices dizia que queria ser padre.

Frequentou o Seminário de Fornos de Algodres e quando passava por Mangualde encantava-se com a casa das conchas e com o Calhambeque.

Depois de alguns anos chegou o momento de tomar uma opção, dizer sim… queria ser padre mas ter filhos e perante tal afirmação o seu orientador espiritual disse-lhe: “ …não tenhas receio, terás oportunidade de praticares a tua paternidade …”.

Assim aconteceu logo na sua primeira missão, formando seminaristas, depois nas paróquias e em simultâneo acompanhando, durante 15 anos, seu irmão que tinha problemas de saúde, vindo a falecer, deixando-lhe a cargo o jovem José Pedro que, perdendo o pai ganhou outro, sendo o seu orgulho. Agora o Senhor deu-lhe outro desafio, formar futuros Ministros de Deus no Seminário Interdiocesano em Braga.

Este menino referiu: “ … parto sereno e tranquilo… peço desculpa do fundo do coração por alguma falta..., acolhei bem os novos párocos, é a melhor prenda que me podeis dar …”.

IMG 9388 800x600

IMG 9349 800x600

No final o Grupo Coral, em nome da comunidade, ofereceu-lhe um ramo de flores e dirigiu-lhe algumas palavras de agradecimento pela dedicação, empenho e carinho que sempre teve com os paroquianos, levando das suas homílias palavras de conforto e esperança.

IMG 9422 800x600

 

IMG 9384 800x600

Com a devida vénia transcrevemos algumas dessas palavras:

Sr. Cónego Seixas

Chegou a hora de despedida…

Não vamos fazer grandes discursos, vamos faze-la de forma simples, humilde e sincera. Também sabemos que gosta de coisas simples e porque queremos ser sinceros, acredite que não há palavras que cheguem para expressar a nossa gratidão.

Foram 10 anos ricos, plenos e abundantes, em que aprendemos muito com o nosso pastor. Aprendemos com as suas palavras mas também com a sua maneira de ser e com o seu exemplo.

Com as palavras nas suas homilias, que tanto nos dizem e tocam. Cada um à sua maneira leva sempre algo para refletir em casa e conforto no coração. Conseguia trazer para a nossa vida a palavra do Evangelho de cada domingo. Ou então nas palavras que transmitia a quem o procurava em busca de conselho e conforto espiritual ...

E apesar de sozinho numa paróquia tão grande, sempre teve tempo para ouvir e ajudar quem o procurava.

Pois bem, foi o nosso pastor durante 10 anos.

10 anos que agora sabem a pouco porque queríamos mais. Queríamos continuar a beber dessa água viva que nos sacia como nenhuma outra o faz. Mas não sendo possível, gostaríamos que levasse no seu coração estas nossas palavras:

Senhor Cónego… OBRIGADO… MUITO OBRIGADO.

É com pena que o vemos partir, pois não o vemos apenas como o nosso Pároco que vai para outra missão, mas também como um grande amigo que nos vai deixar.

Mas tenha a certeza que mesmo longe será sempre recordado com grande estima, consideração, respeito e amizade.

E porque dissemos que nos despediríamos de forma simples e humilde, aceite em nome de todos os paroquianos estas flores como sinal do nosso agradecimento.

Senhor Cónego, muito obrigado por tudo.

Que Deus o acompanhe nesta nova missão e não vamos dizer adeus, mas um ATÉ SEMPRE”.

IMG 9355 800x600 IMG 9365 800x600

 

IMG 9375 800x600

Recebeu lembranças das Guias, do Grupo Acreditar e do Presidente da Câmara de Mangualde.

Os paroquianos com alguma emoção num misto de alegria por estes 10 anos e algumas lágrimas pela sua partida agradeceram-lhe com uma grande salva de palmas e um abraço até sempre.

IMG 9303 800x600

Os cânticos estiveram a cargo dos Grupos Corais da Paróquia. Todos os elementos cantores e instrumentistas que puderam, fizeram questão de estar presentes. Os cânticos foram escolhidos para o dia e preparados especialmente para o Sr. Cónego. Fizeram ainda a surpresa de cantar e tocar um cântico novo dedicado ao nosso pároco.

IMG 9405 800x600  IMG 9409 800x600

 

IMG 9428 800x600

Dentro deste espírito de amizade no dia 10 de agosto realizou-se num restaurante da cidade de Mangualde um jantar de homenagem. Foram muitos os paroquianos que quiseram estar presentes, tendo-lhe sido entregue um presépio da Vista Alegre.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 1 de 168