S. Julião
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde
  • Paróquia de Mangualde

Calendário

<<  Novembro 2018  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
     1  2  3  4
  5  6  7  8  91011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Entrada



Mapa

Coordenadas GPS:

40º36'21''N
7º45'57''W

Ver mapa aqui.

Visitas

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje1590
mod_vvisit_counterOntem2306
mod_vvisit_counterEsta semana6170
mod_vvisit_counterEste mês44518
mod_vvisit_counterTotal4490024
Visitors Counter 1.5
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

Homenagem aos Bombeiros

Preito de Gratidão às populações

Prece pelos que perderam a vida nos incêndios de outubro de 2017


No dia 15 de outubro, às 21h00, por iniciativa do Pe. Rocha e com a colaboração dos Bombeiros e da Câmara Municipal, teve lugar na Igreja Paroquial de Mangualde uma Homenagem aos Bombeiros e à memória daqueles que o “terrível monstro” levou. Felizmente, no nosso concelho o fogo devastou habitações, instalações pecuárias, floresta, mato, mas não houve perda de vidas a registar.

 

O Pe. Rocha exibiu um filme da sua autoria que retratou este terrível 15 de outubro de 2017.

Diversas individualidades estiveram presentes, Câmara Municipal, Assembleia Municipal,  Juntas de Freguesia, bombeiros de diversas corporações e população que assistiram ao filme em silêncio, recordando momentos que jamais apagarão das suas memórias.

Recordou-se um dia que ficou marcado da pior forma. Era final de tarde e uma tempestade de fogo entrava no nosso concelho, levando tudo por onde passava, o pior dia de que há memória em Portugal. O vento tempestuoso acompanhado de labaredas levava tudo e não havia ninguém que lhe pudesse fazer frente.

Cada um lutava com os meios possíveis e os homens da paz sentiam-se impotentes para dar resposta às centenas de solicitações.

O Pe. Rocha reiterou a sua grande admiração perante estes homens e mulheres de garra que vestem a sua farda em prol dos outros. Que, como referiu, sabem que partem, mas não sabem se vão voltar! Na sua intervenção pediu também que todos sejamos capazes de tornar o mundo melhor.

O Presidente dos Bombeiros Voluntários de Mangualde, o Comandante dos B.V.M e o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, em breves intervenções, lembraram com angústia o fatídico 15 de outubro e agradeceram ao Rev. Pe. Manuel Rocha a incitativa. Lembraram as 49 vítimas mortais, que não sendo do nosso concelho, reuniram todos numa rede solidária.

Salientaram que temos de estar preparados para as mudanças climáticas que se estão a verificar e que temos de levar a sério os avisos, lembrando também a tempestade Leslie que passou por Portugal Continental, e que, felizmente, não causou grandes prejuízos no nosso concelho.

Seguiu-se um momento de preces em que os Bombeiros levaram até ao altar alguns dos seus equipamentos: EPI (Equipamento de Proteção Individual), capacete, botas, agulheta e abafador.

Pediu-se: “Senhor, dai aos bombeiros a orientação de que precisam, para poderem vencer todas as dificuldades que lhes surgem”.

Em momento oportuno o Pe. Rocha ofereceu aos Bombeiros uma pagela com a oração do bombeiro e, a uma só voz, toda a comunidade orou:

Senhor,

Faz-me instrumento da Tua misericórdia

Faz tuas as minhas mãos e orienta os meus passos

Para que possa levar, no momento certo

A salvação a todos quantos estiverem em perigo

Como fizestes com os pães e os peixes

Multiplica, Senhor, o meu vigor físico e a minha agilidade

Para que nunca me deixe abater diante dos obstáculos

Que sempre os possa vencer

Pois disso depende a missão de levar

Aqueles que gritam por socorro

Faz-me forte, Senhor

Para resgatar da morte aqueles que a ela se entregaram

Abençoa a minha boca

Para que possa soprar no peito dos moribundos

O alento vital que lhes vai faltando

Faz-me paciente, perseverante, inteligente e abnegado

Ensina-me a amar o próximo mais do que a mim mesmo

Para que eu nunca falhe no cumprimento dos meus deveres

Dai-me, Senhor, total desprendimento

Para que eu jamais hesite no momento de salvar

Ou de me sacrificar pelo meu semelhante

Protege, Senhor, a minha família

E todos aqueles que me são queridos

Para que sempre possamos viver junto e crescer no amor

Ámen.

No final uma ouviu-se uma grande salva de palmas em Homenagem aos Homens da Paz.

 

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Catequese - Avisos

Horários Catequese 2018-2019

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

CATEQUESE PAROQUIAL 2018/2019

INSCRIÇÕES E/OU RENOVAÇÃO

 

Estão abertas as inscrições e renovação das inscrições para a Catequese. Devido à legislação da Protecção de Dados, todos os pais ou encarregados de educação dos catequizandos devem, obrigatoriamente, passar pela Secretaria para preencher e assinar a Ficha. Devem fazê-lo até ao final do mês de Setembro.

 

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

IMG 4366 1600x1200IMG 4345 1600x1200

Crisma em Mangualde

No dia 2 de junho, na Igreja Paroquial de Mangualde, pelas 18h00, foi crismada cerca de uma centena de jovens e alguns adultos do Arciprestado de Mangualde, pelo Cónego António Jorge - Vigário Episcopal e Pe. Nuno Azevedo – Arcipreste da Beira Alta, dada a impossibilidade da presença de D. Ilídio Leandro, por motivos de doença.

Concelebraram os párocos dos crismandos.

O Pe. Rocha anunciou as paróquias presentes e informou que os crismandos tiveram a formação adequada para receberem o Espírito Santo, pedindo o sacramento.

Na homília o Cónego António Jorge salientou a importância dos jovens no futuro da igreja e da sociedade. Pediu-lhes que participem nas celebrações, que “calcem as sapatilhas e sejam missionários …”

Terminada a homília os crismandos foram convidados a fazer a profissão de fé e a viver o momento da imposição das mãos com um coração aberto à acção do espírito em cada um deles. Chegado o momento da unção com o óleo do crisma o Cónego António Jorge e o Pe. Nuno Azevedo procederam à administração do Sacramento dos crismandos dirigiram-se ao altar acompanhados dos padrinhos, para receberem o Espírito Santo.

No final da celebração, o Presidente, Pe. António Jorge, desafiou os jovens a irem pelo mundo testemunhar o amor de cristo por palavras e obras.

Os cânticos estiveram a cargo dos Grupos Corais da Paróquia de Mangualde.

 
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

IMG 4267 1600x1200

Dia do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo

Manifestação de fé

     No dia 31 de maio, Dia do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, realizou-se na Paróquia de Mangualde, na missa das 11h00, a Festa da Primeira Comunhão.

 Foi um momento especial para 75 crianças do 3º ano que, pela primeira vez, receberam Jesus na Hóstia Consagrada.

O Pe. Rocha dirigiu-se de um modo particular a estes meninos e meninas, explicando-lhes o significado deste dia nas suas vidas e pediu-lhes que participassem na eucaristia.

“Hoje ides receber Jesus no vosso coração, neste pedacinho de pão que é o Corpo de Cristo e que vos ajudará a serdes mais bonitos … procurai participar todos os domingos na missa …”.

De seguida perguntou-lhes: “Jesus pode contar convosco? …” e da assembleia ouviu-se o sim.

Aos pais lembrou o compromisso que fizeram no dia do batismo. Por sua vez, os pais agradeceram a ajuda que a paróquia desenvolve no crescimento da fé dos seus filhos.

No final receberam o diploma.

Os cânticos estiveram a cargo dos Grupos Corais da Paróquia de Mangualde.

Da parte da tarde, das 14h30 às 18h00, decorreu a Adoração Eucarística.

Às 18h00 estava prevista a Procissão do Corpo de Deus, mas devido à chuva que se fez sentir não foi possível esta manifestação de fé pelas ruas da cidade.

A cerimónia decorreu na Igreja Paroquial com a presença de centenas de fiéis.

O Pe. Rocha aproveitou a ocasião para fazer uma catequese a partir do que significa a Custódia.

Dadas as condições climatéricas convidou os fiéis a participarem na procissão simbólica na praceta do Complexo Paroquial.

Estiveram presentes Autoridades, Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Mangualde, Escuteiros, Guias, Fraternidade Nuno Álvares, Banda Filarmónica de Lobelhe, crianças, catequistas, acólitos e muitos fiéis que acompanharam em grande manifestação de fé o Corpo de Deus.

Em momento oportuno, o Pároco aproximou-se da entrada do Complexo e deu a bênção à cidade de Mangualde.

Concluíu-se, depois, o mês de maio com a recitação do terço.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL